fbpx

Pelos olhos de Arya Stark

arya Pelos olhos de Arya Stark
Arya Stark, personagem vivida pela atriz Maisie Williams

Muitos se perguntaram como seria possível uma garota franzina, sobreviver, mesmo com treinamento e tendo matado o Rei da Noite na Batalha de Winterfel, a queda de destroços de prédios e fogo de dragão. Sim, estamos falando do penúltimo episódio de GOT. Arya que estava disposta a se vingar de Cersei, tem por um dado momento a razão estabelecida pelo seu amigo Cão de Caça, onde o mesmo a convence que a vingança apenas por si só tem um custo inevitável e definitivo, sendo naquele momento mais suicídio que vingança. Porto Real já não existia mais e o fim de Cersei viria não mais por suas mãos e sim pela Rainha Dragão.

O que Arya ainda não sabia era que embora seus esforços todos tenham a levado a sobreviver até ali, em dado momento todos seus ensinamentos e a sua saga em si nunca a colocou diante de tal situação: o sofrimento de inocentes. A carnificina na perspectiva de Jon, Tyrion, Cersei e Daenerys eram em prol do futuro de casas e interesses maiores, como a manutenção ou libertação dos setes reinos. Nesses pontos de vista os efeitos colaterais eram presumidos e em nenhum momento a visão do povo nesses conflitos foi levada em questão.

Mesmo sem ceder a seus piores instintos Arya foge do castelo, mas no caminho o sofrimento e as mortes, até para uma assassina treinada como ela é algo incomum. Esse tipo de conflito onde pessoas comuns são queimadas e esmagadas vivas, reduz a personagem a alguém comum e o desespero pode ser visto em seus olhos. Após várias experiências de quase morte até ali, a jovem Stark nunca sentiu a morte tão a quem de seu controle e também a sensação de impotência diante de tamanha brutalidade fez por alguns momentos parecer que sobreviver a destruição era impossível e em uma série onde os mocinhos não são protegidos por roteiristas, a morte era enfim inevitável?

arya Pelos olhos de Arya Stark

O fato é que a perspectiva da morte por alguém treinada para matar, alguém sem rosto e vinda do sofrimento de uma casa devastada e anos em exilio, foca os espectadores em um momento máximo da série, que mesmo não tendo o desfecho desejado por muitos, foi épico. GOT teve o final surpreendente que a serie merecia. Afinal os nobres, honestos e bem-intencionados foram por anos massacrados em guerras e conspirações. Westeros não é um reino onde finais felizes e ausências de conflitos é o plot das histórias. 

Ex aluno da Casa Kame, mestre de obras da reforma do QG dos Vingadores e nortenho porque me lembrei.

João Ferreira

Ex aluno da Casa Kame, mestre de obras da reforma do QG dos Vingadores e nortenho porque me lembrei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *