fbpx

Mamãe e as Ex

Mamãe e as Ex. – Um conto cômico de Jonnathan Freitas

– Estéfane, acho que já esta tudo ok, né? Já demos entrada nos papéis, assinamos e o tabelião já fez a parte dele. O divórcio está concluído. Acho que foi isso, a gente se fala então.

– Certo Pablo. Mas acho que a gente vai se falar mesmo.

– O que você quer dizer com isso?

– Sabe o que é Pablo, é que a dona Salete me convidou para passar um tempo na casa dela enquanto arranjo um emprego e alugo um apartamento pra mim.

– O quê?? Você tá brincando comigo. Tá dizendo que você vai morar com a minha mãe?

– Sim, Pablo. Vou morar com sua mãe.

– Não, você só pode estar me tirando, minha mãe deve estar brincando. Passamos 3 anos casados e agora toda vez que for visitar minha mãe terei que ver te encontrar lá?

– Não sei. Você vai sempre visitar sua mãe? Além disso, quando você for posso ter saído com alguém ou saído para resolver algo. Quem sabe?

– Ok, Estéfane, ok. Depois vou conversar direitinho com a dona Salete sobre isso. Desde que meu pai se foi ela ficou bem moderna mesmo. Olha que minha mãe às vezes tem algumas ideias.

(Passam-se dois anos)

– Não adianta mais a gente ficar tentando sabe, Keila. Acabou. Não está mais rolando como… antigamente.

– Eu também sinto isso, Pablo. Essa sua frieza. Está sempre me trocando pelos amigos, futebol, cerveja. Não dá mais pra mim. – Ressalta Keila.

– Certo, certo. Então como vamos fazer? Não faço questão das coisas. Já que a casa é alugada você pode ficar morando que vou para outro lugar.

– Não, você pode ficar na casa. Recebi um convite e vou morar com uma grande amiga minha. Ela está sempre me apoiando e era um ombro amigo quando acontecia brigas entre a gente. Ficava do meu lado e…

– É a minha mãe, né? – Interrompe Pablo.

– É. É sua mãe. – diz Keila.

– Puta que pariu!! Não acredito, minha mãe tá de sacanagem comigo, Só pode. Você sabe que a Estéfane mora lá, né? Você lembra disso?

– Sim, inclusive já falamos sobre isso. Tem um quarto sobrando, além de espaço no quarto dela e poderemos colocar os babados em dia. A Estéfane sempre se deu bem comigo.

– Palhaçada!!! Isso que minha mãe está fazendo comigo. Está adotando minhas ex mulheres. Mas vou ter um conversa com ela sobre isso.

(2 anos depois)

– Pabloooo, seu cachorro. Eu sabia de tudo desde o começo. Sabia sobre aquela sua amiga Patrícia lá do seu trabalho, né? Pablo, não te aguento mais… Sabe do que estou a fim? De te estrangulaaar agora! Vou embora daquiiiiii – Simone fala enquanto joga os pratos na parede da cozinha.

– Calma Simone. Essa história aí oh… não aconteceu nada. A Patrícia é noiva, você sabe disso. Vamos conversar, senta aqui. Vamos conversar direito.

– Que porra de conversar? Seu filho da puta! Que conversar com você? Já estou decidida. Vou sair de casa, você fica aí que estou arrumando minhas coisas. Acabou entre a gente. Vou sair com umas amigas e tentar esquecer dessa merda toda. E tem mais, vou sair para beber, vou encher a cara… e escuta bem, o primeiro boy gostoso que eu encontrar… eu vou dar pra ele!!! Você fique sabendo.

– Simone, pára com isso, Simone. Vem cá, meu amor. Me dá um beijinho aqui… – Aproxima-se Pablo.

– Me solta, vagabundo. Me solta. Olha que vou dar na tua cara… – Ameaça Simone. – Estou saindo porque também minhas amigas já estão me esperando.

– Oh…Oh… Simone. Espera ainda. Calma aí. Que papo é esse, cara? Calma, vamos conversar direito. E que história é essa de suas amigas estarem te esperando? Você vai pra onde?

– Pablo, minhas amigas são praticamente minhas irmãs. E passaram pelos mesmos problemas que passei nestes últimos tempos… que foi aguentar… Você!!!!

– Simone…oh…oh…oh…calma aí. Quem são essas suas amigas que você tá falando? Não vai me dizer que…

– Sim!!! São elas sim. Estéfane e Keila. Estou indo morar com elas e com a dona Salete. – Revela Simone.

– Espera aí, Simone, não estou entendendo mais nada. Você também? Vai morar com a minha mãe? Minha mãe está adotando minhas ex-esposas. Pronto! Parece uma piada de mal gosto.

– É isso mesmo. E estou indo. Beijos e até nunca, xau Pablo.

(Meses depois)

– Minha mãe me aprontou umas, mas está na hora de fazer as pazes. Afinal é o aniversário dela. Espero que ela goste da surpresa… Vou entrar de uma vez e desejar um feliz aniversário daqueles.

Ao abrir a porta Pablo encontra várias mulheres, suas ex-companheiras e sua mãe sentadas enquanto um homem sarado está seminu dançando no centro da sala. Uma música alta em estilo tecno abafa os gritos das mulheres que se divertem enquanto bebem e passam as mãos no corpo do homem.

– Mas que porra é essa?! – Grita Pablo.

– Chegou bem na hora, filho. Já íamos cantar os parabéns. Mas primeiro vou aproveitar o meu presente. – Diz Dona Salete enquanto pula nos braços do dançarino musculoso.

Pablo dá meia volta encolerizado enquanto o “clube das mulheres” continua na sala de Dona Salete. Mas antes de Pablo sair Estéfane, Keila e Simone chamam a atenção dele e mandam beijos divertidos de longe enquanto veem o ex-companheiro irado mostrando os dedos médios de cada mão num gesto obsceno de indignação.

Este Projeto teve inicio com a decisão de Max Castro, Hercules Lourenço e Jonnathan Freitas em compartilhar o conteúdo de algumas de suas conversas e ideias com outras pessoas. Perceberam que ao final de um tema que conversavam se perguntavam: E Agora... vamos discutir sobre o quê? Ao mesmo tempo acharam interessante que o termo grego "Ágora" que significa lugar público que reúne pessoas, fosse utilizado no título desta empreitada, uma vez que almejam ouvir os pontos de vistas das pessoas e reuní-las nesta curiosidade pela vida. Assim, decidiram utilizar esta nova ferramenta que é o podcast, ampliando assim seus conhecimentos ao pesquisar e preparar um novo conteúdo quinzenal para os ouvintes.

EagoraCast

Este Projeto teve inicio com a decisão de Max Castro, Hercules Lourenço e Jonnathan Freitas em compartilhar o conteúdo de algumas de suas conversas e ideias com outras pessoas. Perceberam que ao final de um tema que conversavam se perguntavam: E Agora... vamos discutir sobre o quê? Ao mesmo tempo acharam interessante que o termo grego "Ágora" que significa lugar público que reúne pessoas, fosse utilizado no título desta empreitada, uma vez que almejam ouvir os pontos de vistas das pessoas e reuní-las nesta curiosidade pela vida. Assim, decidiram utilizar esta nova ferramenta que é o podcast, ampliando assim seus conhecimentos ao pesquisar e preparar um novo conteúdo quinzenal para os ouvintes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *