fbpx

Religião Vs Estado de Direito

 

Esse texto já se inicia causando várias provocações, dentre elas porque religião versus estado, se a religião tem se tornado o próprio estado em várias ocasiões. E se a religião é antagonista ou partícipe do estado, será uma religião de quem?

Bom, tenho certeza que perguntas não faltam e esse assunto deveria nos interessar, pois as consequências da relação entre esses dois atores sempre presentes na história humana causa influência direta na vida de todos, não só nas políticas públicas com relação à educação, economia e elaboração de leis, mas também nos costumes e modo de vida da sociedade. Mas vou tratar apenas dessas duas perguntas propostas no início, que são bem complexas.

WhatsApp-Image-2019-10-02-at-09.47.29-300x180 Religião Vs Estado de DireitoPrimeiro, quando a religião não detém o poder total ou pelo menos não está satisfeita com o protagonismo no poder tende a lançar mão de todos os meios para alcançar seus objetivos. Não é preciso ter um profundo conhecimento de história pra saber que sempre os sacerdotes tinham uma posição de destaque no reino, e o sumo sacerdote costumava rivalizar até mesmo com o próprio rei, isso tanto no oriente como no ocidente, exemplos não faltam, mas só pra citar um exemplo vamos relembrar o caso envolvendo o Rei Henrique VIII da Inglaterra que era o segundo filho do Rei Henrique VII e de Isabel de York, que não deveria herdar o trono por ser o segundo filho, mas depois que seu irmão Arthur morreu em 1502, ele conseguiu uma autorização do então papa Júlio II para casar-se com Catarina de Aragão em 1509, viúva de seu irmão.

Esse casamento gerou uma única filha a Maria I da Inglaterra. Como Henrique VIII queria um filho para sucedê-lo, encontrou nos braços de Ana Bolena, dama de honra da rainha, essa possibilidade. Vindo a se casar com ela clandestinamente em 25 de janeiro de 1533 porque o papa Clemente VII não queria dissolver seu casamento com Catarina. Claro que esse fato confrontou a lei canônica e a igreja católica, o que levou a excomunhão de Henrique VIII, que por sua vez decretou a dissolução dos mosteiros na Inglaterra e fundou a Igreja Anglicana, tornando-se o líder máximo dessa nova religião.

Pense em como isso deve ter sido um escândalo naquela época e como o povo deve ter se perguntado quem de fato era a autoridade máxima, o Rei que sempre se pensava ser escolhido por Deus ou o Papa?

Mais recentemente em 1979, o líder da revolução Iraniana Ruhollah Khomeini o Aiatolá xiita depôs o presidente Mohammad Reza Pahlavi, mergulhando o Irã em uma teocracia assustadora.

Mas e no Brasil? Não é de hoje que as religiões pentecostais se esforçam WhatsApp-Image-2019-10-02-at-09.47.29-300x180 Religião Vs Estado de Direitopara impor aquilo que consideram ideal a uma camada cada vez maior da sociedade e se possível a todo o país, e mesmo muito fragmentados esses grupos conseguiram enfim se infiltrar no congresso nacional e desde 2006 mais que dobrou, naquela ocasião já contavam com 182 parlamentares que constituíam então a chamada bancada da bíblia!

Hoje um terço dos políticos cooptam votos das diversas igrejas ao passo que também são cooptados por elas, claro que isso faz parte do jogo democrático, mas é inevitável que essa simbiose resulte de forma muito danosa na perda da laicidade do estado de direito. Sem a laicidade, fica difícil gerar um governo que atenda a todos, ainda mais quando há uma pluralidade imensa de crenças que deveriam ficar na casa das pessoas, as experiências mostram que sem laicidade não há igualdade.

Certo grupo fundamentalista uma vez no poder tende a impor sua visão de mundo e ir de encontro à constituição, que numa democracia constitucionalista deveria ser a autoridade máxima. Quanto à religião, não importa qual, todas deveriam ser o que são um modo pessoal ou de um grupo para exercer sua espiritualidade.

Entretanto, o que dizer quando há de fato um “plano de poder“? Esse é um dos livros de Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono de Canal de TV. Outras figuras que insistem em impor suas crenças são o pastor Silas Malafaia e Marco Feliciano, esse último que como deputado federal sempre se envolveu em muitas polêmicas por impor suas crenças e regras de fé na câmara.

WhatsApp-Image-2019-10-02-at-09.47.29-300x180 Religião Vs Estado de DireitoEstranhamente o PSL, partido social liberal, só tem demonstrado ser liberal no nome, pois no liberalismo as liberdades individuais são amplamente respeitadas. Mas com um slogan “Deus acima de todos“ o presidente atual que é do PSL e sempre contou com o apoio dos evangélicos e da ala mais reacionária da sociedade enterra de vez a laicidade do estado, e parece um filho perfeito do casamento igreja/estado, o grande problema é que um filho assim sempre apresentará um defeito no seu DNA que sempre se agrava pelo poder, e não demora muito para que todos comecem a pagar caro e sentir o resultado desse casamento nefasto que é a união estado e religião, pois o estado de direito se torna estado de choque.

 

Filosofo de bar, criador de lobos gigantes do além muralha e best friend do Zé Pilintra.

Max Castro

Filosofo de bar, criador de lobos gigantes do além muralha e best friend do Zé Pilintra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *