fbpx

FILME NISE: O CORAÇÃO DA LOUCURA, SERVIÇO PÚBLICO E AS “NISES” DO BRASIL

“Nós estamos pretendendo a recuperação de homens considerados farrapos para uma vida socialmente útil.”

O filme Nise: o coração da loucura, de Roberto Berliner, estrelado por Glória Pires é uma cinebiografia da médica psiquiatra Nise da Silveira que nos anos 1950 realizou um trabalho revolucionário no hospital psiquiátrico de Engenho de Dentro, no subúrbio do Rio de janeiro.

Uma profissional de sensibilidade humana, intensa e corajosa, doutora Nise71dyy2nt0j_994uee4ko3_file-300x199 FILME NISE: O CORAÇÃO DA LOUCURA, SERVIÇO PÚBLICO E AS "NISES" DO BRASIL teve sua trajetória marcada por batalhas ao se opor aos procedimentos convencionais no tratamento da esquizofrenia da época de leucopenia e lobotomia (eletroconvulsoterapia) métodos invasivos e violentos.

De início, foi boicotada pelos médicos da unidade sendo transferida para o abandonado e inóspito setor de terapia ocupacional. Nise realizou um tratamento pautado no poder de influência das artes, no acolhimento humano, na liberdade, no desenvolvimento da afetividade e na socialização desses pacientes, ou melhor, “clientes” como eram chamados pela mesma.

Nise enfrentou o machismo, problema com falta de verbas e estrutura, funcionários desmotivados, desprezo de outros setores, sabotagens, além dos desafios comuns da profissão.

Contudo, dentre os espinhos ela encontrou pessoas especiais que 71dyy2nt0j_994uee4ko3_file-300x199 FILME NISE: O CORAÇÃO DA LOUCURA, SERVIÇO PÚBLICO E AS "NISES" DO BRASILacreditavam na riqueza humana assim como ela, que foram parceiros na trajetória de superação. A equipe e os clientes da doutora Nise venceram as barreiras tornando-se referência no tratamento da esquizofrenia.

Toda a equipe do filme (roteiro, produção e elenco) consegue uma maravilhosa riqueza de detalhes, se confirmando ao final do filme quando os personagens reais são apresentados junto com o depoimento da própria Nise da Silveira.

Esta história real apesar de ter acontecido na década de 1950 ainda é bastante atual. O neoliberalismo que consiste na diminuição da intervenção do Estado concentrando-se nas privatizações dos serviços, faz do sucateamento das instituições públicas a razão para seu crescimento.

Diante dessa situação o serviço público brasileiro só não sucumbiu por completo devido as várias e vários “Nises” que se encontram nos setores da saúde, educação, direito, políticas de assistência, lideranças e movimentos sociais representados por profissionais que trabalham para sobreviver, mas desenvolvem amor e humanismo como diferencial em seu ofício público.

71dyy2nt0j_994uee4ko3_file-300x199 FILME NISE: O CORAÇÃO DA LOUCURA, SERVIÇO PÚBLICO E AS "NISES" DO BRASIL

FICHA TÉCNICA

Título: Nise: O Coração da Loucura (Original)

Ano produção: 2015

Dirigido por: Roberto Berliner

Estreia: 21 de Abril de 2016 ( Brasil )

Duração: 108 minutos

Classificação: 12 – Não recomendado para menores de 12 anos

Gênero: Biografia/Drama/História

Países de Origem: Brasil

Insistente social, militante de Direitos Humanos, amiga, feminista. Tentando o equilíbrio entre força e sensibilidade, por fora tranquila por dentro ninguém saberá.

Laicia Farias

Insistente social, militante de Direitos Humanos, amiga, feminista. Tentando o equilíbrio entre força e sensibilidade, por fora tranquila por dentro ninguém saberá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *