fbpx

O chato do meu tio “Schope” acordou agora – Part. I

Quando você está no ensino fundamental alguém te diz como será foda quando você chegar por fim no ensino médio, aí sim, será muito legal! Mas enfim você chega lá e após alguns dias você se acostuma com o novo up, mas não demora pra perceber a nova trampa em que se meteu.

Logo outro alguém começa a te vender o novo eldorado que será o ensino Forca-Vontade-300x169 O chato do meu tio "Schope" acordou agora - Part. Isuperior, “cara, como será legal quando você finalmente estiver na faculdade.” Você começa então a imaginar-se num filme estadunidense da sessão da tarde, muita curtição, sexo e tudo enquanto pode existir de descolado vai acontecer quando você upar de novo. Mas ao chegar à universidade mais uma vez alguém, há um novo tesouro perdido a buscar, que é um estágio muito foda em uma grande empresa.

Uma vez nesse estágio tão sonhado agora o boss é o boss! Você venderá sua alma pela oportunidade de ser efetivado, e depois provavelmente continuará a vender sua saúde por aquela promoção que te possibilitará comprar aquela motoca fodástica que dificilmente você terá tempo de guiar.

Possivelmente a constituição de uma família vem um pouco antes ou Forca-Vontade-300x169 O chato do meu tio "Schope" acordou agora - Part. Idepois, e você parece ser um jumento a perseguir uma cenoura que sempre estará à sua frente, mas nunca você consegue alcançar a tal cenoura mágica da felicidade, e logo você se dará conta de estar falando sempre de boletos, pequenas vitórias de como está conseguindo pagar o maldito equipamento de pesca que nunca usará ou o apartamento que pretende terminar de pagar quando já tiver seus netos.

Muito provavelmente te sobrará uma vida honrada de merda, de como você sempre perseguiu a felicidade e de como você agora é um vovô que sabe como ninguém fazer seus netos rirem com aquela sua imitação patética de urso.

Segundo Arthur Schopenhauer (filósofo alemão, 1788 – 1860) a vida é o pendular contínuo entre o desejo e o tédio, quando você não tem você deseja, e após ter o objeto do desejo aí vem o tédio. E só desejamos o que não temos, basta a conquistar para logo surgir o tédio e agora almejarmos outra coisa. Será que a vida é o eterno pendular maldito que oscila entre o desejo e o tédio? Estaremos fadados a esse ciclo apequenador da vida? Schopenhauer estaria sendo demasiadamente pessimista?

Forca-Vontade-300x169 O chato do meu tio "Schope" acordou agora - Part. IEstamos iniciando um breve estudo, porém com o intuito de mostrar uma visão geral de alguns filósofos sobre essa aventura que é viver e a busca de um objetivo. Mas na parte dois ainda falaremos mais sobre o tio “Schop”, então espere até o lançamento da parte dois que ainda não acabamos de destruir seus sonhos de se tornar um advogado, médico ou engenheiro, por enquanto pense onde o pêndulo está na sua vida, para onde a cenoura dourada aponta.

Dá trabalho escrever um texto pra acabar com esse sorriso de bovino patético, mas continuaremos tentando, pois só assim talvez você reacenda a usina apagada da sua alma e retire as cinzas inúteis que vão se acumulando nesse cotidiano improlífico.

Filosofo de bar, criador de lobos gigantes do além muralha e best friend do Zé Pilintra.

Max Castro

Filosofo de bar, criador de lobos gigantes do além muralha e best friend do Zé Pilintra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *